(32) 991734242 contato@ovigilanteonline.com

Hospital de Leopoldina alerta que pode ficar sem remédios do ‘Kit intubação’ em 15 dias

Hospital de Leopoldina alerta que pode ficar sem remédios do ‘Kit intubação’ em 15 dias
O Vigilante Online

Segundo Nota divulgada nesta sexta pela CCL, se o número de casos graves de Covid-19 não for desacelerado, atendimento pode ficar comprometido.

A Casa de Caridade Leopoldinense, uma das referências no atendimento dos casos de Covid-19 na região, divulgou nesta sexta-feira (26) um documento alertando sobre a situação crítica em que se encontra, em função do aumento exponencial e em escala geométrica dos casos de COVID em Leopoldina e região, chegando a ficar com 100% de ocupação em sua UTI-COVID por vários dias.

De acordo com a Nota conjunta da Mesa Administrativa, Diretoria Técnica e Diretoria Clínica da Casa de Caridade Leopoldinense, “Nosso estoque do ‘kit intubação’, nesta data é muito baixo e, se o número de casos graves, de COVID-19, não for desacelerado e continuar no ritmo atual, este estoque será suficiente para, aproximadamente, 15 dias. Ressaltamos que sem os medicamentos componentes do ‘kit de
intubação’, o hospital não dispõe de meios adequados para o tratamento dos casos graves de pacientes acometidos pela COVID-19.”

Continua Depois da Publicidade


A Nota faz um apelo: “Neste cenário, pedimos a colaboração de toda população para que respeite as normas de distanciamento social e cuidados para evitar a infecção por COVID-19. O problema que enfrentamos se estende a todos os hospitais do estado e a imprensa noticia essa situação país afora, dando a entender que ‘o risco de desassistência à população não é meramente potencial, mas concreto e real’ caso medidas urgentes não forem adotadas, em conjunto com os diversos órgãos, para reduzir a taxa de transmissão do vírus e, consequentemente, a necessidade de internações.”-

O documento, que é assinado pela Provedora da Casa de Caridade, Vera Maria do Valle Pires, José Luiz Paixão – Secretário da Mesa Administrativa, Dr. Cândido Ladeira – Diretor Técnico e Dr. Marco Antônio Farage – Diretor Clínico, justifica que “Fazemos este alerta a nossa comunidade para que todos tenham consciência da grave situação que enfrentamos. É um momento de união e de que todos juntos façamos nossa parte para que possamos reverter o quadro atual de internações evitando o colapso de nosso sistema de saúde.”

Na manhã deste sábado (27) A Casa de Caridade Leopoldinense informou através de uma segunda Nota que a Gerência Regional de Saúde (GRS) Leopoldina, através de seu gerente, Renan Guimarães de Oliveira, conseguiu alguns itens que já teriam o seu estoque encerrado neste final de semana. Com a chegada desses medicamentos, a previsão é de que o estoque dure por mais 3 dias, aproximadamente.

Continua Depois da Publicidade

Confira as Notas:

Jornal O Vigilante Online

Mais Lidas