(32) 991734242 contato@ovigilanteonline.com

Minas Gerais expande entrega de imunizantes da Pfizer para municípios

Minas Gerais expande entrega de imunizantes da Pfizer para municípios
Foto: Gerência Regional de Saúde de Leopoldina

Leopoldina e mais 72 cidades serão contempladas com a ampliação da estratégia de vacinação.

Governo do Estado dá prosseguimento, nesta segunda-feira (31), à distribuição da remessa 21 de vacinas contra a covid-19. As 60.840 doses da Pfizer saíram em caminhões escoltados pelas Forças de Segurança para o aeroporto da Pampulha, de onde são enviadas, por via aérea, para as Unidades Regionais. Esta é a maior operação de vacinação da história de Minas Gerais.

Das regionais, as vacinas seguirão para os 73 municípios selecionados, a partir de critérios técnicos, pela Comissão Intergestores Bipartite do Sistema Único de Saúde do Estado de Minas Gerais para receberem as doses da fabricante. Esta remessa da Pfizer é destinada à vacinação de pessoas com deficiência permanente, comorbidades, trabalhadores do transporte aéreo, Forças de Segurança e Salvamento.

Continua Depois da Publicidade


Já na última sexta-feira (28) doses de AstraZeneca foram entregues às Unidades Regionais (URS) de Barbacena, Belo Horizonte, Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Itabira, Leopoldina, Ponte Nova, Teófilo Otoni e Unaí. Nesta segunda-feira (31), o restante do lote 21 está sendo entregue a outras 19 URSs.

Confira os 73 municípios que receberão doses da vacina Pfizer:

A Comissão Intergestores Bipartite deliberou, em 27, a inclusão de mais 26 municípios para o recebimento da vacina Pfizer.

Continua Depois da Publicidade

Além Paraíba, Almenara, Andradas, Araçuaí, Arcos, Barão de Cocais, Boa Esperança, Bocaiúva, Bom Despacho, Brasília de Minas, Brumadinho, Caeté, Campo Belo, Capelinha, Carangola, Carmo do Paranaíba, Cataguases, Congonhas, Diamantina, Esmeraldas, Espinosa, Extrema, Formiga, Frutal, Guanhães, Guaxupé, Igarapé, Itabirito, Itamarandiba, Iturama, Jaíba, Janaúba, Januária, João Pinheiro, Lagoa da Prata, Lagoa Santa, Leopoldina, Machado, Mariana, Mateus Leme, Matozinhos, Minas Novas, Monte Carmelo, Nanuque, Novo Cruzeiro, Oliveira, Ouro Branco, Ouro Fino, Ouro Preto, Pedro Leopoldo, Pirapora, Piumhi, Pompéu, Ponte Nova, Porteirinha, Rio Pardo de Minas, Salinas, Santa Bárbara, Santa Rita do Sapucaí, Santana do Paraíso, Santos Dumont, São Francisco, São Gotardo, São Joaquim de Bicas, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso, Sarzedo, Taiobeiras, Três Marias, Três Pontas, Várzea da Palma, Viçosa, Visconde do Rio Branco.

Abaixo, o quantitativo recebido pela GRS de Leopoldina e por seus municípios nesse carregamento.

Critérios para cada município receber o imunizante da Pfizer:

– População entre 30.000 e 78.999 habitantes;

– Ter equipe capacitada para a administração da vacina;

– Os municípios deverão estar distantes no máximo 2h30 da capital, por modal aéreo ou rodoviário (veículo refrigerado), para garantir a preservação da temperatura de transporte indicada (-15°C à -25°C) e até 12h entre (2°C à 8°C), observada a estrutura atualmente disponível para logística;

– As unidades de saúde devem comprovar mecanismos de agendamento para vacinação. A lista de usuários indicados à vacinação deve ser de duas vezes o total de vacinas disponibilizadas àquela unidade (lista de espera/contingencial);

– Agendar a vacinação de um total de pessoas compatível com o consumo de 100% das vacinas a serem recebidas, em no máximo 4 dias, a contar da data agendada para o recebimento das vacinas;

– O tempo de validade máximo após abertura do frasco, conservado entre 2°C e 8°C, é de 6h. Os procedimentos devem estar orientados à utilização integral das seis doses (0,3ml) por frasco no período de funcionamento/vacinação;

– Não deve ser realizada a vacinação com Pfizer fora das unidades de saúde, de forma que as condições de preparo e conservação estejam rigorosamente preservadas.

AstraZeneca

As 561.750 doses da AstraZeneca, que também integram o 21º lote de vacinas da maior operação de vacinação da história de Minas Gerais, tiveram o início da distribuição, por via terrestre, para as regionais de Barbacena, Belo Horizonte, Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Itabira, Leopoldina, Ponte Nova, Teófilo Otoni e Unaí no dia 28.

As vacinas da AstraZeneca são destinadas à ampliação da imunização de pessoas com comorbidade, deficiência permanente, Forças de Segurança e Salvamento e a inclusão de trabalhadores do transporte aéreo e portuário.

Fonte: Agência Minas