(32) 991734242 contato@ovigilanteonline.com

Superlotação em UTIs Covid se repete nos hospitais de Leopoldina, Cataguases e Muriaé

Superlotação em UTIs Covid se repete nos hospitais de Leopoldina, Cataguases e Muriaé

Problema é registrado na Casa de Caridade Leopoldinense, Hospital de Cataguases e Hospital São Paulo, em Muriaé.

A superlotação tem sido rotina nos setores de Covid em pelo menos três das principais instituições de saúde da região. A Casa de Caridade Leopoldinense, o Hospital de Cataguases e o Hospital São Paulo, em Muriaé, referências no atendimento durante a pandemia, costumam ter mais pacientes que o número de leitos, o que dificulta o trabalho dos profissionais.

Conforme o boletim divulgado nesta quarta-feira, 26 de maio, 20 leitos de UTI Covid na Casa de Caridade Leopoldinense estão ocupados com pessoas confirmadas ou com a suspeita do novo coronavírus. Outras 28 pessoas seguem internadas na enfermaria Covid.

Continua Depois da Publicidade


Diante da situação, a Reportagem do Jornal O Vigilante Online manteve contato telefônico no começo da noite desta quarta-feira (26) com a Provedora da Casa de Caridade Leopoldinense, Vera Pires, para confirmar o número de leitos Covid-19 disponibilizados pela CCL.

A Provedora esclareceu que o hospital de Leopoldina conta atualmente com 20 leitos de UTI Covid, sendo 18 leitos SUS e mais 2 leitos particulares/convênios. Na enfermaria Covid a Casa de Caridade dispõe de 22 leitos SUS e 8 particulares/convênios, totalizando 30 leitos, acrescentou.

No município de Cataguases, persiste a superlotação dos leitos de UTIs para pacientes com a Covid-19. O número de pacientes está no limite da capacidade instalada daquela Santa Casa, cuja direção salienta que esta realidade, aliás, vem se mantendo desde o início do ano. Segundo o Boletim divulgado no final da tarde de terça-feira, 25, dos quarenta e sete pacientes que lá estavam internados até aquela noite, quarenta e dois eram de Cataguases e apenas cinco de outras cidades.

Continua Depois da Publicidade

Já em Muriaé, o Hospital São Paulo informou que registra 100% de ocupação nos setores de UTI e enfermaria Covid, além de sua sala vermelha para pacientes com o novo coronavírus e UTI geral daquela Casa de Caridade.

Fonte: Jornal O Vigilante Online

O Vigilante Online