(32) 991734242 contato@ovigilanteonline.com

Prefeitura de Leopoldina recusa proposta de municipalizar educação através do Projeto Mãos Dadas

Prefeitura de Leopoldina recusa proposta de municipalizar educação através do Projeto Mãos Dadas
Foto: Éder Garcia/PML

A Prefeitura Municipal de Leopoldina informou que não irá aderir ao Projeto Mãos Dadas, que prevê que o Governo de Minas fique responsável pelo Ensino Médio, enquanto os municípios atuem para ampliar a oferta de vagas nos anos iniciais.

A informação foi divulgada na quinta-feira, dia 29 de abril, pelo Prefeito Pedro Augusto Junqueira Ferraz. De acordo com a assessoria de imprensa, a decisão foi baseada nos fundamentos apresentados em reunião virtual com a secretária de Estado Educação, Júlia Sant’ana, realizada no dia 15 de abril, quando disse que o momento não seria adequado, além de ser necessário um diálogo maior com o capital humano.

Continua Depois da Publicidade


O prefeito, acompanhado da secretária Municipal de Educação, Lúcia Horta, reforçou que a gestão será sempre aberta ao diálogo. “Estamos atentos a todas as demandas das classes envolvidas. Vamos buscar o melhor caminho possível para os envolvidos”, concluiu o prefeito.

Na terça-feira, 27 de abril, dia do aniversário de 167 anos da emancipação político-administrativa de Leopoldina, o município foi palco de uma carreata, com o objetivo de sensibilizar o prefeito Pedro Augusto Junqueira Ferraz a não aceitar a proposta de municipalização das matrículas do ensino fundamental, do Governo do Estado através do Projeto Mãos Dadas.

Segundo a categoria, este aceite representaria desemprego e precarização da educação pública, já que o município não teria condições de absorver esse número de alunos de imediato. Além disso, a carreata objetivou conscientizar a população das consequências negativas deste projeto.

Continua Depois da Publicidade

Ainda conforme o SindUTE a questão foi levada para a Câmara de Vereadores no último dia 20, devido a necessidade de diálogo transparente entre a comunidade escolar e os profissionais da educação em relação à proposta do Projeto do Governo Zema. O SindUTE também informou que encaminharia um manifesto ao Prefeito Municipal, com assinaturas da comunidade escolar e segmentos da sociedade.

Fonte: Jornal O Vigilante Online

Mais Lidas

Aqui de Leopoldina: Empreendendo no meio rural

By Colunista / 25/04/2021 - 09:30 / 0 Comments