Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Atividades Circenses | Por Fernanda Barbosa

O VIGILANTE ONLINE | Artigo - 26/09/2020 - 14:07 | Atualizado: 26/09/2020 - 18:10


Por Fernanda Barbosa
No Brasil, a primeira escola de circo, instalou-se em São Paulo, no estádio do Pacaembu em 1977. Em 1982, surgiu a Escola Nacional de Circo no Rio de Janeiro. A partir desse momento, o crescimento das escolas de circo foi um passo decisivo para a democratização desse saber, seja para um uso profissional ou não. É por isso que a arte circense pode, atualmente, ser aprendida, praticada e difundida por inúmeras pessoas que buscam objetivos diferentes. 

Atualmente observamos muitas pessoas praticando as atividades circenses como forma de lazer-recreação, com fins educativos e sociais, ou seja, o circo deixou de ser uma atividade unicamente profissional. Tentar classificar as modalidades circenses é de extrema dificuldade por conta de sua variedade. De acordo com as características são agrupadas em: acrobacias, aéreos, malabarismo e equilibrismo.


Continua depois da publicidade




Acrobacias: Existem numerosos conceitos para o termo “acrobacia”, ainda que indiquem que se trata de ações motoras não naturais, normalmente complexas, que tentam competir com as leis da física que regem o movimento dos corpos e com características distintas das ações naturais (caminhar, sentar, correr, etc). Para Bortoleto, pesquisador da área circense, são ações motoras que incluem inversões e rotações em um ou mais eixos do corpo. Exemplos: rolamentos, estrelas, paradas de mão e de cabeça, flic flac, mortal, etc.

Aéreos: Na busca do novo, do mais belo, os seres humanos extrapolaram todas as barreiras, inclusive a do ar, numa luta incessante contra a lei da gravidade.  Desta forma, podemos encontrar alguns materiais que compõem as acrobacias aéreas capazes de retirar os acrobatas do chão. Os aparelhos aéreos mais conhecidos são: trapézio, lira, corda indiana e tecido acrobático.

Malabarismo: Pode ser definido como a arte de manipular objetos com agilidade e precisão. Estes objetos são itens que o artista usa para fazer o malabarismo, normalmente são: bolas, claves, argolas, tochas, facas, caixas, etc.


Continua depois da publicidade




Equilibrismo: São atividades que estão intimamente ligadas a manutenção do corpo em equilíbrio (estático ou dinâmico) sobre algum objeto. Exemplos: perna de pau, monociclo, arame de equilíbrio, bola, rola rola, etc. 

As atividades encontradas no âmbito circense causam encantamento aos espectadores e aos praticantes devido à sua complexidade.

Abaixo segue um vídeo de malabarismo com claves na bola de equilíbrio. Espero que gostem!
 

Instagram: @ferrnb



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS