Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Em avanço progressivo, coronavírus é registrado em 75% dos municípios mineiros

O VIGILANTE ONLINE | MG - 24/06/2020 - 08:55 | Atualizado: 24/06/2020 - 11:32


Divulgação
O avanço do novo coronavírus continua em ritmo acelerado em Minas. Os casos da doença foram registrados em 640 dos 853 municípios mineiros, o que equivale a 75% das cidades do Estado. As informações foram divulgadas no boletim epidemiológico desta terça-feira (23) da Secretaria de Estado de Saúde.

Ainda segundo o órgão, 193 localidades (22,6%) registraram mortes por Covid-19. O epicentro da doença em Minas é Belo Horizonte. Foram confirmados 96 óbitos e 4.571 diagnósticos na capital mineira. Uberlândia, no Triângulo, aparece em seguida, com 56 mortes e 2.686 diagnósticos positivos. 

Confira ao final da matéria quais municípios mineiros tiveram registros da doença.

Recorde
A situação nunca esteve tão alarmante em Minas. Nesta terça-feira (23), o Estado alcançou o recorde de 90,66% de ocupação dos leitos de UTI. 


Continua depois da publicidade




Apesar dos números preocupantes, o Hospital de Campanha do Expominas, localizado na região Oeste de Belo Horizonte, segue sem data para ser aberto. Pronto desde abril, o centro médico de retaguarda está apto a receber 768 pacientes com casos menos graves da Covid-19.

Recuo da flexibilização

Pelo menos 49 cidades já recuaram na flexibilização social em Minas. Após liberar o comércio não essencial, os municípios se viram obrigados a fechar as portas de alguns estabelecimentos diante do avanço do novo coronavírus.

O levantamento foi feito com base em relatórios da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede). A decisão foi tomada após análises do comitê estadual que avalia indicadores dos serviços de saúde e propagação da doença.

Em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil anunciou que poderá decidir por uma mudança no funcionamento do comércio da cidade ainda nesta terça-feira. A declaração foi feita durante uma entrevista ao apresentador Datena, na Rádio Bandeirantes.

“Estamos permanentemente reunidos e hoje à tarde posso tomar uma decisão drástica para que esse número não tenha uma explosão", disse Kalil, que destacou também que ainda não há possibilidade de abertura de outras áreas do comércio, como bares, shoppings, restaurantes, lojas de roupas e centros de compras nesse momento.




Fonte: Jornal Hoje em Dia



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS