Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Paciente de 81 anos curada da Covid-19 é aplaudida ao receber alta da Casa de Caridade Leopoldinense

Por José Augusto Cabral | Leopoldina - 11/06/2020 - 12:07 | Atualizado: 22/06/2020 - 09:27

A equipe médica do Hospital fez questão de homenagear Dona Maria Aparecida, de 81 anos, que deixou a unidade nesta quarta (10), após 25 dias de internação.


Depois de ficar 25 dias internada por causa da Covid-19, uma paciente de 81 anos, Dona Maria Aparecida Seoldo Farinazzo (foto) foi aplaudida por profissionais de saúde após receber alta da Casa de Caridade Leopoldinense nesta quarta-feira, 10 de junho, onde estava internada desde o dia 17 de maio. (Veja vídeo ao final da matéria)

Seu irmão, o aposentado José Grimaldo Farinazzo, 74 anos, falou ao Jornal O Vigilante Online da emoção ao ver Dona Maria Aparecida (Cida), recuperada da doença. “Foram dias de muito sofrimento para todos nós. Ela é um anjo bom”, comentou Grimaldo, revelando que foi um grande alívio e alegria a vitória da irmã sobre a Covid-19.  Grimaldo contou que ele e a irmã nasceram em Leopoldina na região da antiga estrada para Recreio, no Sítio São José do Córrego do Moinho, de propriedade do seu avô, Sr. Rodolfo Domingos Seoldo.

A cuidadora de idosos Maria Antônia Martins Aleixo, há um ano e cinco meses está ao lado de Dona Maria Aparecida, que completa 82 anos no próximo dia 21 de junho.


Continua depois da publicidade




Viúva, Dona Maria Aparecida não tem filhos. Aos 14 anos de idade começou a trabalhar na antiga Fábrica Companhia de Fiação e Tecelagem Leopoldinense. Conforme relatou Grimaldo (foto abaixo ao lado de sua esposa), depois do fechamento da antiga fábrica sua irmã foi trabalhar como copeira no setor da cozinha da Casa de Caridade Leopoldinense.   

Além dos aplausos emocionados da equipe de colaboradores da CCL, a saída de Dona Maria Aparecida foi marcada pelo reconhecimento aos profissionais de saúde que cuidaram da idosa.

“Fiquem de quarentena o máximo que puderem e não deixem de usar a máscara de proteção. Se quisermos melhorar esta estatística em relação à doença, é o que devemos fazer”, afirmou José Grimaldo. Sua esposa, Maria Inez de Melo Farinazzo, fez um agradecimento aos médicos que atenderam sua cunhada: “Gostaria de fazer um agradecimento aos médicos que atenderam a Cida, em especial ao Dr. Luís Cabral. Também a todos funcionários do hospital que se envolveram na sua recuperação.”

Confira o vídeo do emocionante momento em que Dona Maria Aparecida deixava o hospital:

Ainda nesta quarta-feira, um paciente de 39 anos também recebeu alta médica após se curar da Covid-19 e ficar internado por sete dias na Casa de Caridade Leopoldinense. 

Fonte: Jornal O Vigilante Online



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS