Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Pessoas em situação de rua são acolhidas em Leopoldina durante quarentena

O VIGILANTE ONLINE | Cidade - 25/03/2020 - 08:36 | Atualizado: 25/03/2020 - 09:36


O Vigilante Online
A Prefeitura de Leopoldina informou nesta quarta-feira (25) que viabilizou as dependências do Ginásio Poliesportivo Carlota Mendonça Gama, na Avenida Getúlio Vargas, para o recebimento de pessoas em situação de rua e migrantes em trânsito no município durante a quarentena pelo coronavírus. 

De acordo com a prefeitura, os serviços são oferecidos seguindo as orientações de distanciamento social e higienização e o trabalho acontece através da Secretaria Municipal de Assistência Social, com a participação dos profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS), assistentes sociais, psicólogos e técnico de abordagem.

Conforme a assessoria de imprensa, no local são ofertados alimentação (café da manhã, almoço e jantar), condições de higiene pessoal, condições para lavagem das mãos com sabonete líquido individual, toalhas de banho, cobertores e colchões. 

Estes cidadãos são abordados pelos profissionais e orientados a permanecerem no local em regime de quarentena para que estejam protegidos. Os colchões e a circulação das pessoas no Ginásio garantem a distância de mais de 1 metro, esclarece a prefeitura. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Maria do Carmo Brandão Vargas Vilas, esta ação não tem caráter assistencialista e trabalha com o protagonismo das pessoas como cidadãos capazes de contribuir com a garantia da higiene e de seu próprio cuidado pessoal. As orientações necessárias são transmitidas pelos profissionais e dependem da adesão destas pessoas. 


Continua depois da publicidade




A secretária municipal também ressaltou que liberdade é princípio fundamental da pessoa humana garantida pela Constituição Federal, assim as equipes dependem do apoio de todos para que sejam atendidos da forma mais eficiente e humana possível.  

"Esperamos que as pessoas em situação de rua compreendam a necessidade de aderir ao isolamento social. Sabemos que trata-se de um grupo de pessoas em sua maioria com problemas graves de dependência química, e que isto pode prejudicar o trabalho. Portanto, o apoio de toda sociedade em encaminhá-los para este local é necessário para que possamos atender a todos", esclareceu.

A Secretaria Municipal de Assistência Social comunica que os atendimentos de vulnerabilidade sociais em caráter emergencial, inclusive os que são ofertados nos CRAS acontecem através dos telefones: (32) 3694-4210 e 3694-4256 no horário de 7h00 às 13h00.

Programa Bolsa Família
Os atendimentos, orientações e desbloqueio de benefício acontecem através dos telefones (32) 98897-6761 e 98887-4996 no horário de 7h00 às 13h00.

Atendimentos essenciais e emergenciais
CREAS: Situações de violência serão atendidas através dos telefones (32) 3441-5563 e 3441-9345 no horário de 7h00 às 13h00.

Conselho Tutelar 
Os atendimentos ocorrem em regime de plantão 24 horas por meio do telefone (32) 98422-7915


Continua depois da publicidade





Fonte: Jornal O Vigilante Online, com informações da Prefeitura de Leopoldina - Iago Xavier



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS