Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Apoio ao produtor de leite durante e após a epidemia

| Artigo - 24/03/2020 - 18:20 | Atualizado: 29/03/2020 - 10:43

Por Evandro Guimarães - Fazendas do BASA


  Por Evandro Guimarães - Fazendas do BASA
Apoio ao produtor de leite durante e após a epidemia: é fundamental estabelecer ESTÍMULOS e medidas totalmente ESPECÍFICAS, claramente dirigidas aos produtores!

Postei minha opinião e pedido de ajuda para divulgarmos sugestões padronizadas quanto à epidemia, dirigidas aos produtores de leite, na atividade das fazendas. Uma preocupação da ABCGIL. 

Não preciso lembrar que produzir ALIMENTOS É ESSENCIAL. A Fazenda Calciolândia saiu na frente e já postou medidas adequadas e articuladas. Certamente outras propriedades já estão tomando os cuidados para continuar a produzir com segurança tendo em vista a epidemia. 

Nosso setor é heterogêneo, estamos segmentados em centenas de milhares de pequenos e médios produtores e temos também grandes produtores, verdadeiras empresas de ponta, algumas são as melhores em nível mundial. 

Nosso País é muito grande com diferentes características, diversos climas, densidade populacional muito diversa, vocações empresariais mais desenvolvidas. O mundo da produção do leite é um espelho do Brasil. Temos a Agrindus em São Paulo e os micro produtores no Maranhão, temos a Xapetuba e os pequenos no Norte de Minas, temos a excelência do Jersey em Santa Catarina e a falta de genética adequada no Nordeste, temos grandes diferenças, uma variedade que também aponta para fatores de unidade. 

Sim, UNIDADE: todas as propriedades produtoras de leite geram muito emprego e renda, todas precisam de melhores políticas públicas, todas agora enfrentam a necessidade de produzir no contexto da epidemia. Durante 365 dias ao ano!!!! Muitas publicações, articulistas, assessorias, Pesquisadores, Faculdades de Veterinária, Entidades de Raças, Sindicatos Rurais podem se movimentar e escrever muito melhor sobre este rico, complexo e difícil momento.


Continua depois da publicidade




Mas, tem uma PREMISSA que entendo, precisa ser adotada por todos: precisamos providências, ESTÍMULOS, que verdadeiramente cheguem,  "desçam", aos Produtores de Leite. Medidas gerais através de Bancos não adiantam muito. 

Precisamos de medidas ESPECÍFICAS, DIRIGIDAS aos estabelecimentos rurais produtores. 

As razões são óbvias: a atividade é a que mais emprega no mundo rural, ALIMENTO É ESSENCIAL! Crise no segmento provoca eliminação de matrizes, descuidos e retrocesso sanitário, interrupção no melhoramento genético dos rebanhos, etc., etc.

Até razão política existe: o setor votou quase unanimemente no Governo atual. Qual a razão então que nos impede de agir com vigor e coordenados para obter medidas claramente endereçadas e EFETIVAS para o conjunto dos HERÓIS da pecuária leiteira?  
Sim, medidas ESPECIAIS para os produtores de leite!!! 

Os Bancos já pediram, as cervejarias e montadoras idem... quem tem acesso ao Governo privilegiado aos Poderes está agindo... A união de produtores de leite de todos os portes pode fazer o mesmo. ISOLADOS, vamos prevenir em boa parte a evolução da epidemia. Precisamos  também de uma aglomeração virtual, cívica, para um dos principais setores produtivos da Nação, em benefício de todos os Brasileiros. 

O produtor de leite merece e precisa que cada um faça sua parte.



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS