Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Para Davos, de alguém sem voz

Por Orlando Macedo / Colunista | Artigo - 10/02/2020 - 20:06 | Atualizado: 10/02/2020 - 20:14


Por Orlando Macedo

Bom dia a todos. Que vocês tenham uma ótima conferência. Desculpem o tom lacônico e a falta de entusiasmo. Não, vocês não vão ouvir nenhum “hurra” de nossa parte aqui.

Não é porque não acredito em aquecimento global, mudanças climáticas. Mesmo sendo uma exceção pelas bandas de cá, eu sei ler dados e estatísticas. Não percam tempo me convencendo disso, é tudo verdade.

Aliás, gostaria que vocês gastassem tempo de uma outra forma. Olhando as pessoas de verdade. Como vocês são bons em estatística, talvez até corrijam esta que vou dar a vocês, retirada da internet. Mas antes de criticar os números saibam, que a mais ou a menos em algum ponto percentual elas são todas verdadeiras:

750 milhões de analfabetos, cerca de 17% da população mundial

2 bilhões de pessoas vivem com menos de 3,3 dólares por dia, mais de 25% da população mundial

Metade das pessoas do mundo não conseguem atender suas necessidades básicas. 3,4 bilhões de pessoas.

Metade. Vivo em uma cidade que nem é tão pobre. A renda média é de US$ 6 por dia (o que quer dizer que, sim, alguns vivem com menos que aqueles 3,3 dólares). Quase um luxo, comparado a outros lugares. Aqui a escolha é entre comprar livros ou comer. A educação se tornou redundante porque existem poucos professores de vocação. Medicina, então, nem se fala.

 

Continua depois da publicidade




Porque estas pessoas não fazem nada, se rebelam, gritam ou mesmo entram em greve? Porque elas são extremamente vulneráveis. Elas não têm educação suficiente para sequer se defender. Elas morrem das coisas mais implausíveis (porém infelizmente comuns) no século XXI: diarreia, febre, infecção de feridas. Ninguém contou a elas que isso não pode mais matar ninguém. Elas desanimam de estudar porque aquelas, próximas, que estudaram um pouquinho mais quase nada tem. 

Gretha, você sabe porque não apoiei sua greve sobre o clima? Porque deixar uma criança sem ir à escola é tremendamente complicado para alguns pais. Com quem deixar? O que eles vão fazer sozinhos na rua? Ridículo. E dolorosamente verdadeiro. Você está preocupada com a sua infância? Hahaha... Por aqui crianças não separam lixo, comem... Cara, dói muito escrever isso. Não consigo fazer sem chorar, mas vou repetir: crianças comem lixo.

Buzz,  Al, Barack e mesmo Gretha. Não duvido das intenções de vocês. Mas elas estão totalmente no caminho errado. Se vocês querem mudar o clima, esqueçam emissões e efeito estufa. Concentrem-se nas pessoas. Vocês são capazes de mapear a mudança de alguns décimos de grau nos oceanos. Não peço que parem, são informações importantes. Mas porque não usar essa inteligência em lugares mais pobres? É fácil achar um. Fechem os olhos e apontem qualquer lugar no hemisfério sul. Dificilmente vocês encontrarão alguma cidade que não precise de vocês.

Eu mesmo posso indicar uma se vocês quiserem. Ou muitas. Sim, não sou inocente. Temos que lidar com os chefes tribais, seja lá que nome eles recebam (prefeitos, governadores, presidentes, coronéis). Eles morrem de medo que dê certo. Talvez seja a maior barreira entre o que deve ser feito e as pessoas que realmente precisam que seja feito. Vocês estão conseguindo mudar a mentalidade e os hábitos de vários países, tenho certeza de que são capazes de passar por isso também.

Mas não tentem impor. As pessoas comuns ainda têm o seu orgulho. E as vezes é o pouco que resta para elas continuarem em frente. Façam suas malas, deixem seus casacos na Suíça e venham visitar o mundo. Não o mundo dos 20% (em que por incrível que pareça, eu e qualquer família que ganhe por cabeça R$ 1000 reais se enquadram). Conversem e entendam. Porque essa história de tirar foto com macaquinho e dizer que temos que preservar a Amazônia já deu.



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS