Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242


Ministério da Agricultura interdita fábrica da Cervejaria Backer em BH após contaminação em lote

O VIGILANTE ONLINE | MG - 11/01/2020 - 08:58 | Atualizado: 11/01/2020 - 09:11

SES-MG divulgou atualização da investigação dos casos de síndrome nefroneural.


Uarlen Valério / O Tempo - Nas amostras coletadas da cerveja Belorizontina foi identificada a substância “dietilenoglicol”.
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou nesta sexta-feira (10), como medida cautelar, o fechamento momentâneo da Cervejaria Backer, fabricante da cerveja Belorizontina, suspeita de ter uma substância que causa uma síndrome ainda desconhecida. Segundo o órgão, também foram determinadas ações de fiscalização para a apreensão dos produtos que ainda se encontram no mercado.

Segundo a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais foi identificada a substância “dietilenoglicol” em amostras de cerveja pilsen, marca Belorizontina, lotes L1 1348 e L2 1348.

O ministério infomou que auditores fiscais federais agropecuários prosseguem apurando as circunstâncias em que ocorreram a contaminação a fim de dar pleno esclarecimento à população sobre o ocorrido.


Continua depois da publicidade




Análises laboratoriais seguem sendo realizadas nas amostras coletadas pela equipe de fiscalização das Superintendências Federais de Agricultura. Além disso, mais de 16 mil litros de cervejas foram apreendidos. Segundo a diretora de marketing da empresa, Paula Lebbos, a fabricação dos produtos já iria ser interrompida. "A gente já havia decidido parar a nossa produção para realmente buscar fatos e esclarecimentos", informou.

SES-MG divulga atualização da investigação dos casos de síndrome nefroneural

A força tarefa criada para analisar os casos de pacientes com a síndrome nefroneural se reuniu durante toda esta sexta-feira (10/01) e esclarece que:

1) Foram 10 casos suspeitos sendo que um veio a óbito. Os demais seguem em tratamento;

2) Até o momento, ficaram prontos os resultados de exames sanguíneos de 3 pacientes internados, realizados pela Polícia Civil. Existia a substância
dietilenoglicol nas amostras de sangue.

3) Novos lotes da cerveja Belorizontina, produzida pela Backer, continuam em análise.

4) Com a descoberta da substância, um novo protocolo clínico para intoxicação por dietilenoglicol visando o tratamento dos pacientes será divulgado para profissionais da saúde.

5) Consumidores que possuem a cerveja Belorizontina e desejarem se desfazer do produto podem encaminhá-lo somente à vigilância sanitária de Belo
Horizonte, nos endereços já divulgados, e, no interior do Estado, aos Procons municipais. A eles, caberá articular com a Vigilância Sanitária Municipal a coleta e armazenamento dos produtos. O recolhimento se restringe à cerveja adquirida pelos consumidores.

6) As investigações continuam, inclusive, com a colaboração da empresa citada. A força tarefa atualizará as informações constantemente.

Casos

A força-tarefa da Polícia Civil criada para investigar os pacientes suspeitos de terem contraído uma "doença misteriosa" em Belo Horizonte informou nesta sexta-feira (10) que aumentou para 10 o número de possíveis casos, e uma morte.

A vítima fatal é o bancário Paschoal Demartini Filho, de 55 anos, morador de Ubá, na Zona da Mata. Segundo familiares, ele e um genro ingeriram a Belorizontina no bairro Buritis, região Oeste, no fim de dezembro. Esse genro de 37 anos também está internado com a doença.

Entenda

Substância em cerveja pode ser a causa da 'doença misteriosa' em Minas Gerais

Divulgação - Laudo apontou substância tóxica em cerveja
 

Doença desconhecida tira a vida de paciente em JF e acende alerta na saúde em Minas

G1/Arquivo - Paciente estava internado na Santa Casa de Misericórdia, em Juiz de Fora

Fonte: Jornal O Vigilante Online, Com jornal O Tempo e SES/MG



Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2020 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS