Icone de mensagem contato@ovigilanteonline.com Icone de telefone (32) 991734242

Grupo Escoteiro Jerônima Mesquita inicia atividades em Leopoldina

Da Redação | Cidade - 03/06/2019 - 07:52 | Atualizado: 11/06/2019 - 23:35

Evento foi prestigiado por representantes do Movimento Escoteiro regional e estadual, além de reunir dezenas de crianças e familiares. 




O Grupo Escoteiro Jerônima Mesquita, de Leopoldina, realizou sua primeira atividade na tarde do sábado, dia 1º de junho, na Avenida Jehu Pinto de Faria, 220, Vila Miralda, sede do Centro de Apoio Sócio Afetivo (CASA), da Escola Conhecer Educação e Cultura. O evento contou com a presença de dezenas de crianças acompanhadas por pais ou pelos seus responsáveis, juntamente com os idealizadores e organizadores do movimento escoteiro em Leopoldina, além de representantes de Grupos Escoteiros em âmbito regional e estadual, vindos de Carangola e Juiz de Fora. 

Brincadeiras, explicações, dentre outras atividades marcaram o encontro, que teve um momento solene logo após sua abertura: o hasteamento da Bandeira do Brasil. 

Momento do hasteamento da Bandeira do Brasil. 

Enio de Souza (foto), diretor presidente do Grupo Escoteiros Sentinelas de Carangola e assistente distrital de crescimento do distrito Zona da Mata Leste, que abrange os municípios de Manhuaçu, Carangola, Muriaé, Visconde do Rio Branco, Alto Jequitibá e Leopoldina, comentou sobre a importância da abertura do novo grupo de escoteiros em Leopoldina, não só para a sede da região em Juiz de Fora, mas para o distrito: “Para a nossa microrregião nós éramos o menor distrito, com 3 grupos. Já estamos com este número dobrado e a perspectiva é que ele triplique até o final do ano. O Movimento Escoteiro, como o nome diz, está em amplo movimento, está crescendo. Vermos que a nossa região, que durante muitos anos ficou estática, está crescendo, é uma grande alegria”, declarou à reportagem do Jornal O Vigilante Online. 


Enio de Souza

Segundo o assistente regional de crescimento representando a diretoria regional de Juiz de Fora,  Aloísio Marcio, abrir mais um grupo é algo muito gratificante. “Nós temos a meta de ampliar cada vez mais o movimento escoteiro não só em Minas Gerais, mas ajudar e contribuir a ampliar o movimento escoteiro em todo o Brasil e quiçá até em nível mundial. Hoje, Minas Gerais serve de parâmetro para muitas regiões, não só em relação a processos administrativos para abertura de novos grupos, processos para desenvolvimento do adulto e do jovem, enfim, nós servimos hoje de grande parâmetro para poder auxiliar outros estados e a nossa nacional, que fica sediada em Curitiba, para ampliar o nosso movimento. Nada melhor do que aprender com o jovem. Nós estamos aqui por causa deles. A alegria dos jovens para nós é essencial”, afirmou. 


Aloísio Marcio

O procedimento de ingresso de novos membros no Grupo Escoteiro Jerônima Mesquita está com as inscrições abertas de segunda a sexta, das 08h00 às 17h00 na Escola Conhecer Educação e Cultura, na Rua Dom Aristides, 67, Bairro Esteves e sábado, das 14h30 às 17h30 na Conhecer Educação e Cultura - Centro de Apoio Sócio Afetivo (CASA), localizado na Avenida Jehu Pinto de Faria, 220, Vila Miralda, onde funciona a secretaria do Grupo Escoteiro. 


Os jovens são divididos em Seções, de acordo com as faixas etárias (de 6,5 a 10 anos - Lobinho, 11 a 14 anos - Escoteiro, 15 a 17 anos - Sênior e 18 a 21 anos - Pioneiro) e cada Seção possui um programa de desenvolvimento e de atividades apropriados à idade, ao desenvolvimento mental, intelectual, espiritual, físico e social do jovem. Pode haver fila de espera por seção. 

Durante os 3 primeiros sábados, o jovem ou criança estará em período de experiência para conhecer os membros da seção e as atividades escoteiras. Os organizadores destacam a importância da participação de pais e/ou responsáveis, como aconteceu neste sábado. 


Explicam os organizadores do Grupo Escoteiro em Leopoldina que a escolha do nome Jerônima Mesquita é uma homenagem a uma grande mulher, nascida em Leopoldina em 30 de abril de 1880, que trouxe o movimento escoteiro para o Brasil em 1910. Seu falecimento ocorreu em 11 de dezembro de 1972, aos 92 anos de idade, em São Paulo.

No sábado, 11 de maio, o programa Jornalismo O Vigilante no Rádio, levado ao ar de 10h00 às 12h00 através da Rádio Cidade Leopoldina FM 104,3 entrevistou os representantes do Grupo Escoteiro Jerônima Mesquita. Sargento Frederico, Sargento Franco e Ricardo Furtado, apresentaram importantes informações sobre o movimento dos escoteiros em Leopoldina e convidaram o público a participar de uma reunião que seria realizada naquela tarde na Escola Conhecer, no Bairro Esteves.

Venha fazer parte do Movimento Escoteiro. Descubra porque 33 milhões de jovens são Escoteiros todos os dias. 

Chefes Roberta Porto Werneck, Ana Paula Lacerda, Yan Antunes Moreira e Leonardo Malaquias. 

Sargento Bombeiro Militar Franco.

Wender de Souza Rezende, diretor administrativo do Grupo Sentinelas de Carangola e Júlio Cesar Lopes Vilas.

O casal Antônio Barbosa Nunes (Tonheca) e Aparecida Barbosa Nunes (Centro Educacional Conhecer).

Júlio Cesar Lopes Vilas, Ricardo Furtado, Enio de Souza, Aloísio Marcio, Sargento Frederico e Yan Antunes Moreira.

Fonte: Jornal O Vigilante Online




Os comentários são de responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do Jornal O Vigilante Online, que reserva-se o direito de excluir postagens ofensivas, injúrias, xingamentos, ameaças e agressões a quaisquer pessoas.

Logo O Vigilante
Jornal O VIGILANTE ONLINE | HC&P - Copyright © 2009-2019 | Este material não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem autorização
Criado e Desenvolvido por Criado e Desenvolvido por HPMAIS